terça-feira, 22 de junho de 2010

Uma Interpretação do Desenho de um Laboratório de Alquimia

O conhecimento é a base para tudo, inclusive para a Alquimia. Estudando sobre o tema encontrei a imagem do laboratório do alquimista Heinrich Khunrath¹, a gravura, retratada no livro Sapientiae Amphitheatrum aeternae², escrito por Heirich em 1595, mostra o local e, o que achei mais interessante, frases 'mágicas' em Latim. A seguir compartilho a planta humanizada do laboratório e a tradução dos dizeres, feita por John Read³:


Na imagem podemos ver as seguintes frases (do latim).

Arquitrave:
SINE AFFLATU DIVINO, NEMO VNQUAM VIR MAGNUS. SINE DIVINO AFFLATU, VNQUAM MAGNUS VIR NEMO.
"Sem inspiração divina, não há homem que é grande." (De Cícero, De natura deorum)

Lema na fita acima da plataforma de produtos químicos, a direita:
NEC TEMERE, NEC TIMIDE Temere NEC, a NEC timide "Nem precipitadamente, nem timidamente"

Placa superior da plataforma de produtos químicos:
LABORATORIVM "Laboratory"

Garrafas de químicos:
(linha superior) CELI ROS = orvalho do céu, AZOTH = mercúrio / SOPHIC POTAB AURUM = Ouro potável / (Linha inferior) • HYLE. • SANG • ☉ POTA? • ??ER?. ☿ • HYLE. SANG • • ☉ ? •? Er?. ☿ (?) HYLE = matéria primordial; cantava. ♌ = SANGUIS DRACONIS = sangue de dragão, ☿
Lareira acima do forno:
SAPIENTER RETENTATVM, SVCCEDET ALIQVANDO. SAPIENTER RETENTATVM, ALIQVANDO SVCCEDET.
"O que é sabiamente tentar sabiamente conseguirei algum dia."

Bases de colunas à direita:
RA/TIO • EXPE/RIEN/TIA.
"Razão" • "Experiência."

Cesta de carvão:
pudeat NO /? rbonű
"(?) De carvão"

Topo do fogão no meio:
FESTINA/LENTE
"Apresse-se lentamente"

A direita do fogão (banho-maria):
Matúrandúm
(?)

Equipo de destilação:
ama?
(?)

Equipo de Condensação
Spt?
(?)

Toalha de instrumentos musicais abaixo:
MUSICA tristib Sancta? spirituum? mali /? uarum fuga gvili... / ...gaudio pio perfuso.
"O musical sagrado (coisas)" triste?, Respiração, vida, inspiração, orgulho?, Pessoas com más intenções (más)? ... voo (por avião) ... com alegria Eu venero o vazamento por cima (com um fluido)?

Topo da tenda verde:
ORATORIVM / FELIX / CVI יהוה / A CONSILIS.
"Oratório (local de oração)" / "Feliz é o homem" / "Deus" (em hebraico) / "por um plano." (Pelo conselho)

Do lado esquerdo da tenda verde:
HOC HOC AGENTIBVS / nobis devs ADERIT IPSE.
"Quando atendemos estritamente para o nosso trabalho, o próprio Deus nos ajudará".

Placa suspensa sob a tenda:
NE LOQUA / RIS DE DEO / ABSQ. LV. minas /.
"Não falar de Deus na escuridão" (literalmente, sem luz) (Ne loquaris de Deo absque lumine)

Pernas da mesa sob a tenda:
DISCE BENE MORI
"Aprender a morrer bem" (?)

Acima do arco da entrada:
Dormiens Vigila.
"Durante o sono, ser vigilante."

_____________________
Referências:
1- Heinrich Khunrath, (☆ Dresden ou Leipzig, † 1560-Dresden ou Leipzig, 9 de setembro de 1605), foi um médico, filósofo hermético e alquimista da Alemanha.
2- Sapientiae Amphitheatrum aeternae

3- http://www.alchemylab.com/khunrath.htm - acessado em 22 de junho de 2010 - Tradução: Ronald Sanson Stresser Jr.

2 comentários:

Rafael Laman disse...

Muito bom irmão!!!!

Gostei muito desse material!

Ótimos conselhos estes!!!
Abraço

Ronald Stresser Jr. disse...

Também achei o máximo Rafael, por isso mesmo resolvi trabalhar neste post. Quem dera ter uma 'garagem' destas, não é mesmo?

As pessoas precisam entender que alquimia e magia andam de mãos dadas, e que o poder mágico supremo emana de Deus e só dele, os intermediários falcitam o trâmite, mas cobram seu preço pelo atravessamento.

Magia é mental, espiritual, independe da matéria para acontecer. Alquimia é magia somada a manipulação da matéria, através dos elementos, com objetivos transmutacionais.

Agora usando alquimia apenas para satisfazer necessidades particulares, sejam elas materiais ou sentimentais, da psiquê, estamos abrindo mão da magia pura; aquela que emana das Três partes de correntes vibracionais Universais, primordiais, que alimentam a todas as coisas superiores e inferiores.

Grande e fraterno abraço meu irmão, obrigado pelo comentário.