terça-feira, 30 de setembro de 2014

Ciência :: Os efeitos do Sol na pele humana




A prova de que o excesso de sol faz envelhecer mais rápido. Este senhor tem 69 anos, e foi caminhoneiro por 28 anos. 

Devido á sua profissão, recebeu muito mais luz solar do lado esquerdo, resultando em envelhecimento precoce daquele lado. Sua condição é chamada de dermatoheliosis unilateral e é resultado da exposição crônica á ação dos raios UVA e UVB do sol.

O caso foi descoberto e estudado por Jennifer R. S. Gordon e Joaquim C. Brieva, dermatologistas da Universidade de Northwestern, e publicado no New England Journal of Medicine:

“Um homem de 69 anos foi apresentado com um histórico de 25 anos de espessamento e enrugamento gradual e assintomático da pele no lado esquerdo do seu rosto. O exame físico mostrou hiperqueratose com com múltiplos e amontoados comedões abertos e áreas de elastose nodular. A análise  histopatológica mostrou um acúmulo de material de elastolítica na derme e a formação de milia dentro dos folículos capilares. As descobertas foram consistentes com a síndrome de Favre-Racouchot de pele fotodanificada, conhecida como dermatoheliosis.

O paciente relata que dirigiu um caminhão por 28 anos. Raios Ultravioletas A (UVA) transmitidos através do vidro da janela penetravam a epiderme e as camadas superiores da derme. A exposição crônica a UVA pode resultar no espessamento da epiderme e estrato córneo, bem como na destruição das fibras elásticas. Esse efeito de fotoenvelhecimento do UVA é contrastado com a fotocarcinogênese.”

Como o UVB e o UVA podem causar mutações que levam ao câncer de pele, os doutores recomendaram ao paciente usar protetor solar e retinóides tópicos, bem como um monitoramento regular para um eventual surgimento de câncer de pele.

O verão ainda está longe, mas é sempre bom lembrar dos efeitos negativos que o excesso de exposição ao Sol causa. Se o risco de câncer de pele não é o bastante para você, talvez saber que o Sol acelerará o seu envelhecimento em uma ou duas décadas o faça ser mais cuidadoso. Lembre-se: se você não tem como fugir para uma sombra (ainda que não esteja na praia ou em uma piscina), use o protetor solar. 

fonte: http://www.nejm.org/doi/full/10.1056/NEJMicm1104059

Recomendado para você

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...