sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Eleições 2014 :: “Cogito, ergo sum!”




por Sylo Costa

O grande filósofo e matemático francês René Descartes, na obra “Discurso do Método”, conclui que não existe conhecimento sem base e que só subsiste a certeza do pensamento que duvida. Parece um jogo de palavras, mas não é. Sem dúvida, não há certeza, ou seja, a certeza seria a dedução, com método, a partir da dúvida.

Certamente o leitor já teve dúvidas sobre muitas coisas. Por exemplo: fulano de tal era um duro e foi só entrar para tal partido assim, assim que ficou rico. Tem base? Essa indagação é o que Descartes chama de “método do conhecimento”. Se for explicável a fortuna, tudo bem. Se não, fica a dúvida, ou o pensamento que duvida.

Aliás, “penso, logo existo” é dedução da própria existência. Mas não é disso que eu queria falar, acabei me enrolando com Descartes, para dizer que vivo uma dúvida atroz. Bem, não chega a ser tão atroz que a mente esmaga, porque aí eu já estaria chamando Castro Alves à lide…

A minha dúvida não é atroz, é feroz. Já disse que, entre Aécio e Marina, “mon coeur balance”. Dilma, nem morto. Dilma é assaltante de bancos, e da casa da amante de Ademar de Barros, de onde surrupiou à mão armada quase US$ 3 milhões, entre outros “malfeitozinhos” imperdoáveis, e também porque odeio o PT. Pronto, falei.


PT É ATRASO DE VIDA

Se no segundo turno ficar Dilma e mais um, votarei no mais um, como diz um amigo com quem dialogo pela internet. E desse mesmo bate-papo tenho outros argumentos para ilustrar minha posição: o PT é um atraso de vida. É o que existe de mais reacionário e terrorista. Violento, ele é uma abominação cognitiva porque é ignorante, expressão cunhada por Marilena Chauí, comunista fanática, falando da classe média. Portanto, para nosso bem e do Brasil: “Fora PT”.

Pensei em Eduardo no primeiro turno, mesmo sendo ele socialista, só para dar uma ajudazinha. Mas o avião caiu ou foi derrubado, quem sabe explodido, sei lá. O PSDB, partido da esquerda paulista que pratica uma social-democracia sui generis, tem uma profunda dificuldade de falar ao povo e é repleto de inimigos internos que se fingem de amigos. 

Preocupado em parecer bonzinho, certinho, bem vestido com grifes da Oscar Freire, se diz da oposição, mas não a pratica. Será rabo preso? Será por isso que não põe a boca no trombone? Até hoje, apanham do PT como boi ladrão. Acho que o PSDB só ganharia a eleição se lançasse o João Santana, um marqueteiro que diz saber tudo de eleições. Acho graça dessa profissão. Por que os marqueteiros não se candidatam? É cada uma…

A vantagem do PSDB é ter gente inteligente e culta, como o Serra, o Anastasia, além do pessoal do Plano Real e até de pedantes como o FHC. E o Aécio? Aecinho é o menos pior para o primeiro turno. No segundo turno, voto nele ou na Marina, e , nesse caso, fico esperando os bichos e as árvores, além de pseudointelectuais barbudos, tomarem conta de nós.

Do Brasil, só mesmo Deus… 

(transcrito de O Tempo)

fonte: transcrito, na íntegra (sin permisso) do site Livre Imprensa: acessado em 26/09/14 as 13h00 (http://www.livreimprensa.com.br/cogito-ergo-sum/)

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...