domingo, 17 de abril de 2016

Chuva de Meteoros: Terra passará por dentro da cauda Halley

Terra passará por dentro da cauda do cometa Halley no próximo mês:



Nós, simples terráqueos, iremos presenciar um verdadeiro show nas próximas semanas quando a Terra passar pela cauda do famoso cometa Halley.

O Halley é, certamente, o mais famoso entre as pessoas. Ele apareceu pela primeira vez em 240 a.C. Além disso, ele foi o primeiro astro a ser classificado como periódico, ou seja, onde foi registrado que, de tempos em tempos, ele passa perto do nosso planeta. Essa constatação foi dada pelo inglês Edmond Halley, em 1705. Sua órbita é tão grande que ele passa pela Terra apenas a cada 76 anos, em média!

A última vez que o famoso cometa passou próximo de nós foi em 1986. Isso quer dizer que teremos o “ar da graça” de sua presença apenas no ano de 2061 – não esqueça de marcar no seu calendário. Mas apesar disso, ele não desaparece completamente. Como assim?

Sua cauda é extremamente longa, tão longa que a Terra passa por dentro dela todos os anos, nos meses de abril e outubro. Ao passar, o meteoro acaba deixando várias partículas e pequenos meteoros, que queimam na atmosfera terrestre quando passamos por ela. Ao passar por ela, ocorrem verdadeiras chuvas de meteoros, gerando um espetáculo no céu.



As chuvas de meteoros que ocorrem em abril são classificadas como Eta Aquáridas e as de outubro são as Oriônidas. Estes nomes são derivados das constelações de Aquário e Órion.

Neste ano, as chuvas ocorreram entre 19 de abril e 28 de maio. Acredita-se que o grande ápice, onde os meteoros ficam mais visíveis, ocorrerá dia 5 e 7 maio. A boa notícia é que os países do hemisfério sul terão maiores chances de observar o fenômeno. Cerca de 30 meteoros caem por hora nos dias considerados ápices. Os países do hemisfério norte também poderão assistir, embora só ocorra, em média, queda de 10 meteoros por hora.

Os melhores momentos para visualizar o fenômeno são nas primeiras horas da manhã, antes do Sol amanhecer. Você não precisará usar nenhum equipamento para visualizar, sendo possível observar completamente a olho nu. Mas, evidentemente, se você estiver em uma grande cidade com muita iluminação, poderá não observar bem. Já o pessoal que mora nas chácaras ou no campo, verá com plenitude.

Foto: Reprodução / Mega Curioso / Science Alert (David Kingham / Flickr)

Nenhum comentário: