terça-feira, 30 de setembro de 2014

Ciência :: Os efeitos do Sol na pele humana


A prova de que o excesso de sol faz envelhecer mais rápido. Este senhor tem 69 anos, e foi caminhoneiro por 28 anos. 

Devido á sua profissão, recebeu muito mais luz solar do lado esquerdo, resultando em envelhecimento precoce daquele lado. Sua condição é chamada de dermatoheliosis unilateral e é resultado da exposição crônica á ação dos raios UVA e UVB do sol.

O caso foi descoberto e estudado por Jennifer R. S. Gordon e Joaquim C. Brieva, dermatologistas da Universidade de Northwestern, e publicado no New England Journal of Medicine:

“Um homem de 69 anos foi apresentado com um histórico de 25 anos de espessamento e enrugamento gradual e assintomático da pele no lado esquerdo do seu rosto. O exame físico mostrou hiperqueratose com com múltiplos e amontoados comedões abertos e áreas de elastose nodular. A análise  histopatológica mostrou um acúmulo de material de elastolítica na derme e a formação de milia dentro dos folículos capilares. As descobertas foram consistentes com a síndrome de Favre-Racouchot de pele fotodanificada, conhecida como dermatoheliosis.

O paciente relata que dirigiu um caminhão por 28 anos. Raios Ultravioletas A (UVA) transmitidos através do vidro da janela penetravam a epiderme e as camadas superiores da derme. A exposição crônica a UVA pode resultar no espessamento da epiderme e estrato córneo, bem como na destruição das fibras elásticas. Esse efeito de fotoenvelhecimento do UVA é contrastado com a fotocarcinogênese.”

Como o UVB e o UVA podem causar mutações que levam ao câncer de pele, os doutores recomendaram ao paciente usar protetor solar e retinóides tópicos, bem como um monitoramento regular para um eventual surgimento de câncer de pele.

O verão ainda está longe, mas é sempre bom lembrar dos efeitos negativos que o excesso de exposição ao Sol causa. Se o risco de câncer de pele não é o bastante para você, talvez saber que o Sol acelerará o seu envelhecimento em uma ou duas décadas o faça ser mais cuidadoso. Lembre-se: se você não tem como fugir para uma sombra (ainda que não esteja na praia ou em uma piscina), use o protetor solar. 

domingo, 28 de setembro de 2014

Curiosidades :: Onda de choque




Neste gif em câmera lenta, você consegue ver a onda de choque causada pela explosão.

A onda de choque pode provocar muito mais danos do que a explosão propriamente dita, pois expande-se por uma área bastante superior à da explosão visível, sendo criada pela rápida expansão do ar, gerando uma diferença de pressão muito grande.

sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Eleições 2014 :: “Cogito, ergo sum!”

por Sylo Costa

O grande filósofo e matemático francês René Descartes, na obra “Discurso do Método”, conclui que não existe conhecimento sem base e que só subsiste a certeza do pensamento que duvida. Parece um jogo de palavras, mas não é. Sem dúvida, não há certeza, ou seja, a certeza seria a dedução, com método, a partir da dúvida.

Certamente o leitor já teve dúvidas sobre muitas coisas. Por exemplo: fulano de tal era um duro e foi só entrar para tal partido assim, assim que ficou rico. Tem base? Essa indagação é o que Descartes chama de “método do conhecimento”. Se for explicável a fortuna, tudo bem. Se não, fica a dúvida, ou o pensamento que duvida.

Aliás, “penso, logo existo” é dedução da própria existência. Mas não é disso que eu queria falar, acabei me enrolando com Descartes, para dizer que vivo uma dúvida atroz. Bem, não chega a ser tão atroz que a mente esmaga, porque aí eu já estaria chamando Castro Alves à lide…

A minha dúvida não é atroz, é feroz. Já disse que, entre Aécio e Marina, “mon coeur balance”. Dilma, nem morto. Dilma é assaltante de bancos, e da casa da amante de Ademar de Barros, de onde surrupiou à mão armada quase US$ 3 milhões, entre outros “malfeitozinhos” imperdoáveis, e também porque odeio o PT. Pronto, falei.

PT É ATRASO DE VIDA

Se no segundo turno ficar Dilma e mais um, votarei no mais um, como diz um amigo com quem dialogo pela internet. E desse mesmo bate-papo tenho outros argumentos para ilustrar minha posição: o PT é um atraso de vida. É o que existe de mais reacionário e terrorista. Violento, ele é uma abominação cognitiva porque é ignorante, expressão cunhada por Marilena Chauí, comunista fanática, falando da classe média. Portanto, para nosso bem e do Brasil: “Fora PT”.

Pensei em Eduardo no primeiro turno, mesmo sendo ele socialista, só para dar uma ajudazinha. Mas o avião caiu ou foi derrubado, quem sabe explodido, sei lá. O PSDB, partido da esquerda paulista que pratica uma social-democracia sui generis, tem uma profunda dificuldade de falar ao povo e é repleto de inimigos internos que se fingem de amigos. 

Preocupado em parecer bonzinho, certinho, bem vestido com grifes da Oscar Freire, se diz da oposição, mas não a pratica. Será rabo preso? Será por isso que não põe a boca no trombone? Até hoje, apanham do PT como boi ladrão. Acho que o PSDB só ganharia a eleição se lançasse o João Santana, um marqueteiro que diz saber tudo de eleições. Acho graça dessa profissão. Por que os marqueteiros não se candidatam? É cada uma…

A vantagem do PSDB é ter gente inteligente e culta, como o Serra, o Anastasia, além do pessoal do Plano Real e até de pedantes como o FHC. E o Aécio? Aecinho é o menos pior para o primeiro turno. No segundo turno, voto nele ou na Marina, e , nesse caso, fico esperando os bichos e as árvores, além de pseudointelectuais barbudos, tomarem conta de nós.

Do Brasil, só mesmo Deus… 

(transcrito de O Tempo)

fonte: transcrito, na íntegra (sin permisso) do site Livre Imprensa: acessado em 26/09/14 as 13h00 (http://www.livreimprensa.com.br/cogito-ergo-sum/)

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Facebook vai usar drones do tamanho de um Boeing

Facebook vai usar drones do tamanho de um Boeing para levar internet a todo o planeta :: Projeto para levar internet a todos os lugares do mundo por meio de drones e satélites entrará em testes em 2015  ::  por Ligia Aguilhar



SÃO PAULO – Em março, o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, apresentou o Connectivity Lab, um grupo de especialistas em informática, aeronáutica e tecnologia aeroespacial que estão desenvolvendo sistemas para levar internet a todas as partes do planeta. Para isso, eles usarão drones e satélites capazes de transmitir sinais de internet com raios laser infravermelhos.

Um dos líderes deste projeto divulgou em um evento do site Mashable mais detalhes sobre o ambicioso plano do Facebook. E um detalhe chamou a atenção: os drones que serão usados pela rede social terão o tamanho de um Boeing 747.

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

iPhone 6 :: Ainda longe do consumidor brasileiro...

Enquanto isso, aqui, continuamos comprando o que jogam no lixo lá fora

O novo iPhone 6, em suas duas versões

Mais uma vez fazendo pouco do consumidor brasileiro, usando como desculpa um entrave real: os altos impostos cobrados em nosso país, ficamos como regra 3 pra ter um smartphone de última geração. O iPhone 6 foi lançado em vários países de 1º mundo, mas ainda está longe das prateleiras das lojas e representantes da Apple no Brasil.

Após meses de expectativa e especulação a Apple acabou de lançar o seu novo aparelho de telefone, o iPhone 6, que tem duas versões: o 6 e o 6 Plus. O lançamento oficial aconteceu dia 9 de setembro passado, em Cupertino, Califórnia. Além de apresentar os seus dois novos modelos de telefone celular, a empresa norte-americana também revelou o seu novo relógio, o Apple Watch, além do seu mais novo iPad.

O iPhone 6 chegou, em seu modelo básico, com tela de 4,7 polegadas, já o iPhone 6 Plus veio com tela de 5,5 polegadas - sendo que o iPhone 5S possui uma tela de 4 polegadas. O aumento do display parece demonstrar o interesse da companhia estadunidense em realmente entrar no mercado dos smartphones com tela de dimensões maiores, os famosos phablets - combinação entre phone e tablet.

Já o novo iPad, lançado simultaneamente, possui um design diferenciado, com um corpo super fino e com as bordas arredondadas. Os novos iPhones 6 obviamente também apresentam um design modificado, mas as diferenças ao relação ao último iPhone 5S, não ficam somente na questões estéticas e dimensionais. Tanto o iPhone 6, quanto o iPhone 6 Plus apresentam processadores mais rápidos, câmeras melhoradas e também a integração do sistema NFC com o novo sistema de pagamentos da Apple, o Apple Pay.

Resistentes à água, nitrogênio líquido e até marretadas - acredite quem quiser que o primeiro comprador derrubou seu iPhone no chão, em frente as câmeras, "sem querer" - são resistentes e duráveis, ao mesmos até o lançamento do iPhone 7.

O mesmo aparelho foi, então, derrubado em dois tipos de piso diferentes – primeiro terra e depois concreto. O vidro frontal rachou quando o iPhone 6 Plus foi jogado no concreto com a tela para baixo. Mas ele continuou funcionando.



No YouTube, diversas pessoas se mostraram incomodadas com a inútil destruição de smartphones realizada pelo RatedRR. Mas, somados, os três vídeos tiveram quase 1,5 milhão de visualizações, mostrando que esse tipo de “espetáculo” atrai muita gente.

A tela LED do novo iPhone 6 possui a resolução de 1334 x 750, que é a nova tela de Retina HD da Apple. O que entrega exatamente a mesma densidade de pixels do iPhone 5S, que também é de 326ppi (pixels por polegada). Já o novo iPhone 6 Plus apresenta uma boa melhoria neste quesito, apresentando uma tela de LED de 5,5 polegadas com resolução de 1920 x 1080, com uma densidade de pixels de 401ppi. Os novos iPhones também possuem processador A8 de 64 bits e co-processador de última geração M8 e vêm com 1GB de memória RAM.

 Se existe uma coisa na qual podemos ter certeza, em relação ao novo iPhone 6, é o seu preço. Com certeza o valor cobrado pelo mesmo não será barato - como já de costume para todos os iPhones em geral. A Apple possui um longo histórico de lançar smartphones premium e por estes telefones celulares também cobrar um preço "premium". Provavelmente muito mais por aqui no Brasil, mesmo que o novo modelo seja fabricado, ou melhor, montado, também por aqui.

Enquanto continuamos a comprar; aqui no Brasil e a preço de ouro, os velhos iPhones 3, 4 e 5, em países com economia mais privilegiada e cargas tributárias mais leves, os novos modelos vão causando sensação e colocando mais uma vez os consumidores desses países vários passos a nossa frente. Até quando vai ser assim não se sabe, fato é que as eleições estão aí e este tipo de acontecimento é mais um fator para analisarmos e pensar na hora de decidir o voto. Afinal, ou muda ou fica como está...

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Leis meramente eleitoreiras...

"Quanto mais corrupta é a República, maior é o número de leis" 


A frase acima é de Públio Tácito (55 - 120 d.C.), historiador romano. E falando em história, entre a primeira e a segunda guerra mundial surgiu a primeira lei de proteção aos animais, que proibia inclusive a manutenção de peixes em aquários pequenos. A lei foi aprovada 24 de novembro de 1933, na Alemanha. Em seu primeiro parágrafo, seção I, dizia: "É proibido torturar desnecessariamente um animal ou maltratá-lo sem preparativos. Tortura um animal aquele que provoca nele fortes dores ou sofrimentos duradouros ou repetitivos, desnecessário é a tortura quando ela não atende um motivo justo."

Uma bela iniciativa não acham? Pois é, mas sabem que a criou? Foi o maior criminoso de guerra da história, Adolf Hitler. Ele amava sua cadela blondi e seu cúplice, Hermann Göring, que não tinha nada mais urgente para fazer na época e redigiu um decreto contra a visseração em animais: "Para as pessoas alemãs, os animais não são apenas seres vivos no sentido orgânico, mas criaturas que possuem sentimentos próprios, que sentem dor, alegria, lealdade e dependência."

Hoje, 80 anos após, debate-se aqui no Brasil a mesma coisa. Penso que os animais simplesmente não podem ser substituídos por seres humanos em testes de laboratório. Como saberemos se um determinado produto é seguro ao consumo humano sem executar tais testes? Dizem alguns que é cruel e injustificável usar cobaias em experimentos com novos cosméticos, pois aí cabe a pergunta: essas mesmas pessoas abririam mão de usar os produtos dessa indústria? Ao que parece o debate sobre a proibição do uso de animais em testes de laboratório torna-se meramente eleitoreiro. Estão se aproveitando do amor, nutrido pelo ser humano para com seu animal de estimação, para angariar voto. Enquanto isso homofonia continua não sendo criminalizada e seres humanos sofrem agressão apenas por conta de opção sexual.

Leis, leis e mais leis... todo dia aparece um novo projeto, cada dia é aprovada uma nova. Como se todo cidadão e cidadã fosse louco, irresponsável, criminoso. Pessoas abordadas pela polícia, paradas em blitz como se repressão fosse normal. Ao passo que o monstro da burocracia é alimentado com milhares e milhares de novos cargos públicos, criados a cada dia. A fome da burocracia só pode ser aplacada com o dinheiro da população, através de impostos, taxas, multas, muitas pra fazer cumprir a lei, outras para fazer novas leis. E quase todo dia lemos sobre lei que é criada mas "não pega". Pois é! Existe lei que não pega.

Talvez seja hora de se refletir a respeito da equidade, da efetividade do sistema jurídico-legal brasileiro. São tantas normas de caráter abstrato, genérico, de observância obrigatória e até inconstitucionais, mesmo assim reconhecidas... Estima-se que no Brasil existe dez milhões de Leis! Entre normas de caráter cogente, incluídas nesta estimativa, de todo os nível hierárquico normativo; da Constituição Federal às Normas Infraconstitucionais Federais, Constituições Estaduais, Normas Legais Estaduais, Decretos, Regulamentos, Portarias, Instruções e Pareceres Normativos, Ordens de Serviço e etc, etc e etc... É um sem-fim de lei, norma, decreto, portaria, regulamento e por aí vai... Parece até impossível manter um número atualizado das normas legais, já que todo dia novas leis, de todos os níveis; Federal, Estadual e Municipal.

E, ainda, quanto as leis de proteção animal, é simples, se você tem ou vai ter bicho de estimação, tenha porque gosta dele, se não é melhor nem ter. Criar um bicho de estimação, em casa, é quase como ter filho. O amor, a consciência, é mais forte que qualquer lei. 

O cidadão e a cidadã  tem que ter consciência, boa formação, cultura, pois é assim que se constrói uma sociedade que se respeita e que respeita ao próximo. Tem político; seja homem, mulher, representante daquela ou dessa minoria, que cria lei sem realmente se importar nem com a vida humana, muito menos com a vida animal. Há na política elementos, os quais o objetivo é apenas sensibilizar as pessoas que gostam, verdadeiramente, de animais, que fazem parte de minorias, e assim conquistá-las. Jamais se esqueça de Hitler, e Göring, antes de votar ou apoiar a criação de novas leis, a história sempre se repete.

Relatório da ONU diz que camada de Ozônio, protetora da Terra, está se recuperando

Relatório das Nações Unidas apresenta melhores índices em 35 anos.
Gases estufa ajudam na recomposição, mas ampliam aquecimento global.

do G1
Imagem cedida pela NASA mostra comparações da camada de ozônio em 17 de setembro de 1979, 7 de outubro de 1989, 9 de outubro de 2006 e 1 de outubro de 2010 (Foto: AP Photo/NASA)


A frágil camada de ozônio que protege a Terra está começando a se recuperar, principalmente por causa da progressiva eliminação, desde a década de 80, de alguns elementos químicos de latas de refrigerantes e aerossol, informou um painel científico das Nações Unidas em uma rara notícia positiva sobre a saúde do planeta.

Cientistas disseram que o crescimento demonstra que a união mundial pode neutralizar o desenvolvimento de uma crise ecológica.

Pela primeira vez em 35 anos, cientistas foram capazes de confirmar um aumento estatístico significativo e sustentado no ozônio estratosférico, que nos protege da radiação solar que causa câncer de pele, danos à agricultura e outros problemas.

De 2000 a 2013, os níveis de ozônio cresceram 4 por cento em latitudes norte a cerca de 30 milhas (48 kms) de altura, disse o cientista da Nasa, Paul A. Newman. Ele é um dos autores de uma avaliação do ozônio feita a cada quatro anos por 300 cientistas, divulgada pelas Nações Unidas.

“É uma vitória para a diplomacia e a ciência o fato de que fomos capazes de trabalharmos juntos”, disse o químico Mario Molina. Em 1974, Molina e F. Sherwood Rowland foram autores de um estudo científico que previa o esgotamento do ozônio. Eles ganharam o Prêmio Nobel em 1995 pelo trabalho.

A camada de ozônio vinha se tornando cada vez mais fina desde o final dos anos 70. Clorofluorcarbonos produzidos pelo homem, chamados de CFCs, emitiam cloro e bromo, que destruíam as moléculas de ozônio suspensas no ar. Após um alerta de cientistas, países ao redor do mundo concordaram com um tratado em 1987 para eliminar progressivamente os CFCs. Os níveis desses elementos em alturas de 30 a 50 milhas estão diminuindo.

As Nações Unidas estimaram em um relatório anterior que, sem o pacto, em 2030, dois milhões de casos extras de câncer de pele seriam registrados por ano no mundo.

Paradoxalmente, gases de efeito estuda, que retém o calor – considerados a maior causa do aquecimento global – também estão ajudando a reconstituir a camada de ozônio, disse Newman. O relatório diz que a ampliação do nível de dióxido de carbono e outros gases esfria a estratosfera superior, e o ar mais frio aumenta a quantidade de ozônio.

E, em outra tendência preocupante, os elementos químicos que substituíram os CFCs contribuem para o aquecimento global e estão aumentando, disse a cientista estudiosa de atmosfera do MIT, Susan Solomon. No momento, eles não representam grande ameaça, mas é esperado que aumentem dramaticamente até 2050 e façam “uma enorme contribuição” para o aquecimento global.

A camada de ozônio ainda está longe de ser recuperada. Elementos químicos devoradores de ozônio e de longa duração que ainda permanecem na atmosfera criam anualmente um buraco no extremo do Hemisfério Sul, e o buraco não foi fechado. Além disso, a camada de ozônio ainda está cerca de 6 por cento mais final do que na década de 80, segundo cálculos de Newman.

Os níveis de ozônio estão “em ascensão, mas ainda não chegaram lá”, disse ele.

Paul Wapner, professor de políticas ambientais globais na American University, disse que as descobertas são “boas notícias em um cenário geralmente sombrio” e enviam uma mensagem de esperança aos líderes mundiais que irão se encontrar no final deste mês em Nova York para um encontro das Nações Unidas sobre clima.

“O precedente é realmente importante porque a sociedade está encarando outro sério problema ambiental mundial, as alterações climáticas”, disse Molina, professor em San Diego e na Cidade do México. O cientista de 71 anos disse que achou que não viveria para ver o dia em que a camada de ozônio estaria se recompondo.

No início desta semana, a ONU anunciou que os níveis atmosféricos do principal gás de efeito estufa, o dióxido de carbono, bateram outro recorde em 2013. O aumento em relação a 2012 foi o maior salto em três décadas.

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Isto É LIBERDADE DE IMPRENSA, ou não?


Segundo notícia publicado no jornal “O Globo”, em sua edição para Internet, a justiça do Ceará, durante o final de semana, proibiu a circulação da revista “Istoé“, por relacionar Cid Gomes ao caso Petrobras. Segundo a publicação, o Governador cearense teve seu nome citado pelo ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa.

A editora da revista deve impedir a circulação do exemplar desta semana, e recolher das bancas caso já tenha sido distribuída. Se a ordem judicial; expedida pela justiça do Ceará e assinada pela juíza Maria Marleide Maciel Queiroz, for descumprida, a editora responsável pela “Istoé”, será multada em 5 milhões de reais.

Parece que voltamos aos anos de chumbo, quando a censura tesourava jornais e revistas, impedia a circulação de diários e periódicos, fechava as portas de editoras e gráficas. Ao meu leigo ver isto é censura, entretanto página eletrônica, “Consultor Jurídico”, conjur.com.br, diz que: “Quem defende o poder do Judiciário de retirar informações de circulação diz que não se trata de censura.”

É certo que não há qualquer impedimento prévio à circulação da revista “Istoé”, entretanto é fato que sim, a edição da publicação semanal está sofrendo, sim, censura. Afinal a liberdade de imprensa está sofrendo grave limitação.

A Lei nº 2.083, de 12 de novembro de 1953, da Liberdade de Imprensa, determina, em seu capítulo 3º, o direito de resposta. Então se o Governador Cid Gomes sentiu-se difamado, poderia entrar com ação judicial para assegurar seu direito à devida retificação.

Também, de acordo com o site Consultor Jurídico, a juíza escreveu na liminar concedida ao Govenador do Ceará que: “O autor encontra-se na iminência do perigo de ver o seu nome envolvido em uma situação cuja futura ação apreciada pelo Poder Judiciário, ante ser notório que os fatos ainda estão em fase de investigação tramitando em segredo de Justiça”.

Isto, embora, a mesma página eletrônica, diga ainda que: “A decisão segue no sentido contrário do que já foi afirmado pelo Supremo Tribunal Federal, de que o segredo de Justiça não alcança a imprensa, que deve ter acesso a informações por dever de ofício. O entendimento foi firmado no julgamento da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental 130, que discutiu a constitucionalidade da hoje cassada Lei de Imprensa, e reafirmado pelo ministro Celso de Mello, decano do STF, em caso semelhante, envolvendo a ConJur.” Fato é que a censura já foi feita e a matéria foi retirada, inclusive, do site da revista.

Segundo o dicionário Aurélio, censura, em sua forma literal é: 1. Ato ou efeito de censurar. 2. Cargo ou dignidade de censor. 3. Exame crítico de obras literárias ou artísticas; crítica. 4. Exame de qualquer texto de caráter artístico ou informativo, feito por censor a fim de autorizar sua publicação, exibição ou divulgação. 5. P. ext. Corporação encarregada do exame de obras submetidas à censura.6. Condenação, reprovação, crítica. 7. V. repreensão (1). 8. Rel. Condenação eclesiástica de certas obras. [Aurélio Buarque de Holanda Ferreira. Novo Dicionário da Língua Portuguesa, 2ª ed., ver e aum., RJ, Nova Fronteira, 1986, p. 380]


Se a juíza da 3ª Vara de Família de Fortaleza; que esteva de plantão no fim de semana dos dias 13 e 14 de setembro, foi sorteada para cuidar do caso e concordou com o pedido de Cid Gomes, proibindo a revista de circular. A justiça, mais uma vez; ao meu modo de ver. Sou leigo, talvez por isto talvez até míope, dentro da esfera jurídica, me parece censura sim. Afinal a justiça, no bom português, criticou, condenou e acabou por exercer censura sobre a editora Três Editorial, responsável pela publicação da “IstoÉ”.

RSSJr

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Feminismo radical... Você precisa mesmo ser assim?

A incrível geração das mulheres chatas


Não faz nem um mês eu disse aqui que a melhor desculpa de uma mulher que está sozinha é que não tem homem no mercado. É muito boa. Mas tem uma que disputa à faca o primeiro lugar: estou sozinha porque os homens têm medo de mulheres independentes.

Uma ova.

E posso afirmar: a cada minuto que você reclama, tem outra mulher também independente e bem sucedida – mas muito mais esperta do que você – sendo bem sucedida na dança do acasalamento. 

E você aí, sozinha no bar com as suas amigas independentes, com suas bolsas caras, indo dormir sozinhas, reclamando da morte da bezerra e dos homens. Aqueles ingratos… 


sábado, 13 de setembro de 2014

Ouçam apenas... UM presente para NÓS!

McCartney, Deep e os bluseiros das antigas...

Um presentaço do ex-Beatle Paul McCartney para toda humanidade, uma super jam session de Blues da mais alta qualidade...


"O fim se aproxima. E chegará quando você não estiver olhando.

'A síntese foi feita como que por acaso, no delta do rio Mississipi. A escravidão da lei já não existia, restava a escravidão da alma para os velhos negros e seus descendentes nas periferias da sociedade de consumo dos Estados Unidos do pós-II-guerra.

Esse foi o caldeirão de cultura que gestou o blues, traduzindo lágrimas em acordes brutos de cordas empoeiradas em surrados violões.

É aí que estão as raízes da maior força contra-cultural do século XX, o rock n’ roll, transformando rebeldia e ousadia em inspiração e estilo de vida para os jovens de classe média, ou pelo menos uma parte a resistir aos comandos e desmandos do sistema capitalista sem questionar.

Pois nesse começo de semana o mundo te oforece a oportunidade de mergulhar de cabeça e curtir 29 minutos dessa história.

Paul McCartney publicou no youtube o out-take das gravações do seu novo vidoclipe, Early Days. São cenas de uma jam com grandes bluesmen como Roy Gaines, Al Williams, Dale Atkins, Henree Harris, Motown Maurice e Lil Poochie, além do ator Johnny Depp...'

I happened to ring Johnny Depp… I said, ‘Come along and we’ll sit around and jam with these blues guys.’ He said, ‘Yeah, OK, count me in, man.’ I knew it was an offer he couldn’t refuse.” 
~Paul McCartney




Curta também Early Days, do disco New de Paul. O clipe foi patrocinado pela Mircosoft: